Novos talentos 2014 - Agricultura sustentável

Cardápio de Desafios

DICAS QUE SALVAM VIDAS, E SALVAM O PLANETA

Aqui os professores dão dicas que podem ajudar a associar seu talento, o foco do seu trabalho de pesquisa à solução do desafio de aumentar a produção de alimentos e, ao mesmo tempo, intensificar a sustentabilidade.

O universo de trabalho é amplo. Pode ser na área da Gestão, do Planejamento, do Design, da Informática, das Ciências Agrárias. O importante é que a sua idéia contribua para o objetivo final: produzir mais alimentos, de forma mais sustentável.

Se você é do design, pode ter uma idéia para tornar o trabalho no campo menos rude. Se você é da robótica, pode desenvolver um mecanismo capaz de otimizar o uso da água na Irrigação. Se você é das Ciências Agrárias e sua proposta implica em mais alimentos com menos uso de recursos escassos, como a terra, tanto melhor.

Para ajudar na inspiração, gestores, pesquisadores e professores sugerem aqui algumas possibilidades. Traga outras....





Alysson Paolinelli

1)Rastreabilidade e sistemas de padronização, classificação, e “originação” que permitam identificar a qualquer hora, e em qualquer fase do processo, o roteiro e a origem de produtos agropecuários.

2)Desenvolvimento de sistemas de gestão e pesquisas que contribuam para o ciclo virtuoso do cabono na pecuária.

3) Produção integrada nos climas tropicais e seus manejos.





Professor Alberto Duque Portugal
Fundação Dom Cabral e ex-Presidente da EMBRAPA

“A teoria da inovação induzida define o desenvolvimento como um processo resultante de mudanças tecnológicas e mudanças político-institucionais que interagem sinergicamente, criando novas oportunidades e novos patamares de desenvolvimento.

Essas mudanças originam-se da percepção de escassez, ou de necessidade, de um determinado insumo, ou processo.

“O avanço da Agricultura dependerá fortemente de investimentos maciços para desenvolvimento de conhecimento e de esforço em capacitação em gestão Financeira e de custos;

De processos e pessoas;
Modelos de gestão de parcerias e alianças estratégicas;

EEficiência Alocativa – A capacidade de identificar e alocar o maior conjunto de fatores de produção;

Eficiência Técnica – A capacidade de obter o melhor produto (com as características desejadas de custo, qualidade, tempo) através da gestão, ou administração, do conjunto de fatores alocados;

Para fazer mais, com menos, é preciso:
a)Mudanças político-institucionais

b)Tecnologias sociais associadas à criação de capitais intangíveis e com a melhoria da eficiência técnica ou da capacidade do homem na utilização dos recursos disponíveis.





Professora Daniela Biaggioi Lopes
Coordenadora da Secretaria de Inteligência e Macroestratégia (SIM), da EMBRAPA

Como a agricultura pode se beneficiar da era do big data?
O mundo já vive a era big data, com a possibilidade de gerar, medir, coletar e armazenar assombrosas quantidades de dados, que são a matéria-prima do conhecimento. Uma gama de tecnologias emergentes ajudam as organizações a extrair valor desses grandes conjuntos de dados, o que torna possível, por exemplo, inferir padrões de comportamento e de consumo e ajustar o design e a logística de entrega de produtos e de serviços para cada indivíduo, com enormes ganhos de eficiência operacional e econômica.

Como é o trabalho na agricultura do futuro?
Rupturas tecnológicas como a fabricação aditiva (impressão 3D), realidade virtual e ampliada, robôs móveis e veículos autônomos têm o potencial de mudar padrões de trabalho no futuro. Essas tecnologias, potencialmente, vão melhorar a produtividade, a qualidade e o padrão dos produtos, bem como reduzir o trabalho penoso e insalubre, entre outros benefícios.

Como ser mais eficiente no uso de insumos?
A agricultura brasileira é bastante diversa quanto às suas características de clima, solo e vegetação. Portanto, nada mais natural que haja, também, pluralidade nos sistemas de produção. Um fato inexorável é que o setor agrícola será de modo crescente pressionado para aumentar a eficiência de uso de fertilizantes e agroquímicos nesses sistemas de produção. Isso significa que é necessário produzir mais, com um dado nível de insumo, ou produzir a mesma quantidade, com um menor nível de uso de insumo.





EVALDO VILELA

- Implementação do controle biológico de insetos pragas nos sistemas de produção agrícola, especialmente de frutas, em substituição ou em complemento ao uso de agrotóxicos;

- Uso de armadilhas com feromonios para o monitoramento de populações de insetos pragas das lavouras;

- TI aplicado aos procedimentos de fiscalização fitossanitária e de saúde animal, como parte da Defesa Agropecuária;

- Softwares e aplicativos para aperfeiçoamento da rastreabilidade de produtos agropecuários e para verificação da qualidade de insumos para a agricultura;

- Novas técnicas para controle de doenças das plantas cultivadas e dos animais domésticos.





Professor Luis Eduardo Aranha Camargo
Presidente da Comissão de Pós Graduação da ESALQ

Aumento na produção de alimentos:

• Aumento sustentável (uso da água, solo, preservação da biodiversidade)
• Competição por área - alimento direto (65%), pastagens (35%), biocombustíveis (3%)
• Impacto das mudanças climáticas na produção
• Exigência crescente de qualidade (Ex: micotoxinas; patógenos humanos

Controle de Perdas

- Reduzir perdas pós-colheita (40% em países em desenvolvimento)
- Fechar lacunas na produção (“yield gaps”)
- Fatores implicados em perdas de produtividade
- Deficiências nutricionais
- Estresse hídrico
- Condições subótimas de plantio
- Fertilidade do solo
- Doenças, insetos e daninhas
- Qualidade de sementes
- Maximização de lucro
- Aversão a risco
- Falta de conhecimento de boas práticas

Aumento dos platôs de produção - a contribuição da inovação. Exemplos de três áreas de inovação com significativa contribuição:
- Tecnologias de Informação (GPS/GIS)
- Nanotecnologia
- Biotecnologia

Tecnologias de informação na Agricultura de Precisão. Medir e monitorar localmente para integrar globalmente:
- Otimizar pulverizações
- Determinar danos
- Melhoramento genético
- Monitoramento ambiental/clima
- Integrar informação em escala global
- Identificação de áreas com lacunas de Produção

Inovação através da nanopartículas: sistemas de entrega
- Abordagem revolucionária: Polímeros responsivos a enzimas vegetais e microbianas

Inovação através da Biotecnologia:
- Biologia celular
- Biologia molecular
- Bioquímica
- Genética
- Propagação in vitro
- Diagnose/sistemática molecular
- Detecção de mutantes (fungicidas)
- Seleção por marcadores (pirâmides)
- Indução de resistência
- Resistência transgênica